Web rádio recanto de Minas Gerais
Publicidade
Nossa Localizacao
São João Del Rei/MG
Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é um dos alvos da operação,
04/06/2021

O governo oficializou nesta terça-feira (1°) o afastamento de sete investigados da operação Akuandubadeflagrada pela Polícia Federal (PF). O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi um dos alvos da operação, mas permanece no cargo.

operação apura a exportação ilegal de madeira para os Estados Unidos e Europa. A investigação foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que também determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Salles. A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou nesta segunda (31) ao STF um pedido de abertura de inquérito para investigar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles (veja mais abaixo).

Ricardo Salles: veja as investigações contra o ministro do Meio Ambiente
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
00:00/01:50
 
 
 
 
 

Ricardo Salles: veja as investigações contra o ministro do Meio Ambiente

Os afastamentos foram publicados nesta terça (1º) no Diário Oficial da União (DOU) por meio de duas portarias. Uma assinada pelo ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, e outra pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Ambas determinam que os agentes públicos especificados deveriam ser afastados do exercício da função pública a partir do dia 19 de maio, por 90 dias.

A portaria assinada pelo ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, determinou o afastamento de cinco agentes públicos, são eles:

 

  • Eduardo Fortunato Bim, presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama);
  • Olivaldi Alves Borges Azevedo, secretário-adjunto da Secretaria de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente;
  • Leopoldo Penteado Butkiewicz, assessor especial do ministro do Meio Ambiente;
  • Olímpio Ferreira Magalhães, diretor de proteção ambiental do Ibama;
  • João Pessoa Riograndense Moreira Júnior, diretor de uso sustentável da biodiversidade e florestas do Ibama.

 

 

A portaria assinada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, determinou o afastamento de dois agentes públicos, são eles:

 

  • Rafael Freire de Macedo, coordenador-geral de monitoramento do uso da biodiversidade e comércio exterior do Ibama;
  • Wagner Tadeu Matiota, superintendente de apurações de infrações ambientais do Ibama.

 

Fonte: G1
Jubileu Sr Bom Jesus (Santa Missa e Novena)
19:00 as 21:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Rua Bernardo Guimarães, 153 - São João Del Rei/MG
Ligue agora
(32) 8469-2725
Horário de atendimento
08:00 AS 17:00