Web radio recanto de Minas Gerais
Publicidade
Nossa Localizacao
São João Del Rei/MG
PM é preso suspeito de envolvimento em atentado
20/11/2020

PM é preso suspeito de envolvimento em atentado contra Solange Freitas, candidata a prefeita de São Vicente, SP Policial militar rodoviário teve a prisão temporária decretada pela Justiça e foi encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes. Por G1 Santos   18/11/2020 16h47    Atualizado  há 2 horas Carro da candidata à Prefeitura de São Vicente, Solange Freitas (PSDB), foi alvo de tiros — Foto: G1 Santos Um policial militar rodoviário foi preso nesta quarta-feira (18) suspeito de envolvimento no atentado contra Solange Freitas (PSDB), candidata à Prefeitura de São Vicente, no litoral paulista. O PM teve a prisão temporária decretada pela Justiça e foi encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes, na Capital. Conforme apurado pelo G1, ele não seria o atirador. Segundo a Polícia Civil, mais detalhes não serão informados porque o caso está sob segredo de Justiça, e as investigações prosseguem para esclarecer o ocorrido. Na dia 11 de novembro, o carro blindado da prefeiturável foi alvo de pelo menos cinco tiros, de acordo com a Polícia Civil. Na ocasião, Solange Freitas estava com outras quatro pessoas, sendo o motorista, um produtor da campanha, uma assessora e o candidato a vice-prefeito, Gil do Conselho. Eles passavam pela Avenida Monteiro Lobato, no bairro Vila Voturuá, por volta das 10h30, quando um motociclista se aproximou do veículo e atirou na direção da janela do passageiro. Um homem de 33 anos chegou a se apresentar na Delegacia Sede de São Vicente no último sábado (14), afirmando ser o autor do atentado contra a candidata. Porém, a Polícia Civil alegou que ele é um falso suspeito, pois as versões apresentadas pelo rapaz não correspondem com as investigações. Considerado falso suspeito pela Polícia Civil, homem se apresentou no sábado (14) na Delegacia Sede de São Vicente, SP — Foto: Carlos Nogueira/Jornal A Tribuna Os policiais identificaram que a versão deste homem foi limitada aos fatos e imagens veiculados pela mídia, e não coincidiram com o que já havia sido apurado pela equipe de investigação, principalmente relativo ao trajeto de antes e depois ao atentado e, também, do contato feito com outro suspeito pouco antes da tentativa de homicídio, que lhe indicou o carro da vítima. Em nota, Solange Freitas afirmou estar feliz com o avanço das investigações. "Eu sempre confiei no trabalho da polícia e estou muito feliz com o avanço das investigações. Tenho certeza que em breve o caso será esclarecido".   Entenda o caso                                             00:00/00:45

Fonte: G1
Programa Livre
00:00 as 11:00
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Rua Bernardo Guimarães, 153 - São João Del Rei/MG
Ligue agora
(32) 8469-2725
Horário de atendimento
08:00 AS 17:00